Conhecendo Niterói

Just another WordPress.com weblog

Arquivo para Ilha de Boa Viagem

Ilha de Boa Viagem: uma ilha, muitas histórias

Por Vinícius Moreira

Coadjuvante do Museu de Arte Contemporânea, a Ilha de Boa Viagem é um daqueles lugares que inspiram curiosidade quanto a sua função e história, seja pela mata densa que cobre sua superfície, seja pela pequenas construções que brotam do meio de suas árvores.

O primeiro registro da ilhota data de 1615 e foi feito pelo holandês Dierick Ruiters. Nos mapas dos séculos  XVII e XVIII, a Ilha de Boa Viagem era considerada um ponto de referência para os navegantes e representava a chegada a mares seguros.

Em 1650 foi construida a igreja localizada no centro da ilha, em homenagem à Nossa Senhora da Boa Viagem, que já passou por dois incêndios desde sua construção. Em 1663 foi construida a pequena fortificação voltada para a baía, que chegou a trocar tiros com a frota do corsário francês Duguay-Trouin, em 1710, e com a Fortaleza de Villegaignon, em 1893, durante a Revolta da Armada, sendo arrasado nas duas ocasiões.

Ilha de Boa Viagem

Ilha de Boa Viagem

Com o passar do tempo, a ilha foi transformada em posto de comando, escola de aprendizes, quartel e até prisão militar e após o fim da Segunda Guerra, passou para o controle dos escoteiros do mar, na figura do seu fundador, o almirante Benjamin Sodré.

Após a morte do almirante em 1982, sua filha, Maria Pérola Sodré passou a ser a guardiã da Ilha da Boa Viagem, que desde 1938 é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Se você quer conhecer este reduto cercado não apenas pelo verde, mas também por muitas histórias, agende sua visita, desde que com pelo menos 48h de antecedência, ou apareça por lá no último domingo de cada mês.

Endereço: Praia da Boa Viagem, s/nº – Boa Viagem.
Telefones: (21) 2710-6581 (Srª Maria Pérola Sodré), entre 12h e 14h.
Visitação: No último domingo do mês ou marcada com 48 horas de antecedência.
Ônibus: 47-A (Campus da UFF / circular) e 47-B (Campus UFF-MAC / circular).