Conhecendo Niterói

Just another WordPress.com weblog

Um passeio pela Baía de Guanabara

Postado por Karine Amaral

Uma ótima dica para quem quer conhecer mais de um ponto turístico de Niterói na mesma viagem: A Barcas S.A. – concessionária que administra as barcas entre Rio e Niterói – promove, aos domingos, o Baía 360º, um passeio com duas horas de duração pelos principais pontos turísticos do Rio e de Niterói.
Além dos clássicos e mundialmente conhecidos pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, Niterói também possui belíssimos representantes no passeio. São eles a Ilha da Lage, Fortaleza de Santa Cruz, as praias oceânicas de Charitas, São Francisco e da Maçã, a praia de Icaraí, o MAC, o Forte Gragoatá, o Caminho Niemeyer e a Ponte Rio-Niterói.

Roteiro Completo do Baia 360º

Roteiro Completo do Baía 360º

Saídas:
Estação de barca Niterói – 9h30min
Estação de barca Praça XV (Rio de Janeiro) 10h


Preços:

R$ 12,00

R$ 10,00 (para grupos acima de 25 pessoas)

Crianças com até 1 metro de altura não pagam ingresso.
Outras informações podem ser obtidas pelo Tele Barcas: 0800-7044113 ou pelo site

http://www.barcas-sa.com.br

Anúncios

Parque Nacional da Serra da Tiririca, um reduto verde no meio de Niterói

Por Vinícius Moreira

Você que conhece Niterói com certeza já ouviu falar das praias de Itacoatiara e Itaipuaçu. Se você for mais aventureiro, talvez já tenha visitado a Pedra do Elefante, o ponto mais alto de Niterói, ou o Costão de Itacoatiara, de onde é possível observar o pôr-do-sol mais belo da cidade. No entanto, provavelmente você não sabe que todas estas maravilhas naturais fazem parte do Parque Estadual da Serra da Tiririca.

Vista da Pedra do Elefante, o ponto mais alto de Niterói com 417 metros

Vista da Pedra do Elefante, o ponto mais alto de Niterói com 417 metros

Limite natural entre os municípios de Niterói e Maricá, a Serra da Tiririca começa entre as Praias de Itacoatiara e Itaipuaçu, estendendo-se até a rodovia Amaral Peixoto (BR-106) na divisa com São Gonçalo, numa área total de 2.400 hectares, incluindo uma faixa marinha. Nos relatos antigos aparece como Serra de Inoã ou de Maricá. O nome atual está relacionado às tiriricas – nome popular das plantas da família das cyperaceaes – que enchiam o caminho usado pelas tropas de burros como passagem.

Além de trilhas, de diversos tipos de dificuldade e vegetação, o parque possui um mirante e um córrego de fácil acesso, transformando o passeio em diversão para todos os tipos de público. Para mais informações sobre o que ver e fazer, clique aqui

Em 1991, por iniciativa da sociedade civil, passou a ser protegida por lei com a criação do Parque Nacional da Serra da Tiririca e, no ano seguinte, foi reconhecida pela Unesco como parte integrante da Reserva da Biosfera da Floresta Atlântica. Excelente local para caminhadas ecológicas, o Parque é administrado pelo Instituto Estadual de Florestas.

Rua Domingues Barboza, s/n – Recanto de Itaipuaçu – Niterói/RJ
Telefone: (21) 2638-4813

Clique aqui para fazer o download do mapa do parque
http://www.parqueserradatiririca.org/

Itacoatiara – Um Paraíso Niteroiense

Por Mariana Oliveira

A 30 minutos de ônibus do agitado centro de Niterói está uma das mais belas praias do litoral fluminense. Itacoatira, que do tupi significa “pedra riscada” é um paraíso natural de vegetação exuberante entre costões de pedra para escaladas e caminhadas. O melhor de tudo: o mar cristalino que reúne surfistas e banhistas.

Praia de Itacoatiara - Niterói

Praia de Itacoatiara - Niterói

A praia de Itacoatira fica cercada pelo Parque da Serra da Tiririca, entre a Pedra do Elefante e a Pedra da Andorinha. Conta a História que as terras eram de Mathias Sandri (que atualmente dá nome à principal rua do bairro), proprietário que foi responsável pelo loteamento e venda dos terrenos a membros da elite carioca. Foi ele também que batizou as ruas com nomes de flores, tradição que permanece até os dias de hoje.

Até a década de 90, as residências eram principalmente de veraneio de famílias de classe alta. Atualmente o isolamento e a preservação do local continuam atraindo a elite das cidades fluminenses. Para se ter uma idéia, a lei orgânica de Niterói impede construções de mais de dois andares e o número de estabelecimentos comerciais é bastante limitado. Além disso, só se pode chegar até ali por uma única estrada, o que também significa mais segurança para moradores e visitantes.

Tudo isso para preservar aquela que também é praia preferida dos surfistas. Itacoatiara regularmente é o local de competições estaduais e ficou famosa pelas “mais altas ondas do litoral brasileiro”. Além disso, a praia oferece opções para quem gosta de trilhas, de sol, de mar ou só de fazer aquela social na areia.

Como chegar:
De ônibus: no terminal rodoviário de Niterói, pegar a linha 38 e descer na cabine de polícia de Itacoatiara.
De carro: seguir pela estrada Caetano Monteiro até a Estrada de Itacoatiara.
Vale lembrar que a praia é pública e a visitação é gratuita.

Campo de São Bento: de tudo para todos

Por Déborah Vasconcellos

Com a Feira de Artesanato diversificada e colorida, adultos olham os produtos e aproveitam para passear com os cachorros. As crianças correm logo para os brinquedos dos parquinhos e insistem em comprar pipoca, algodão doce e picolé enquanto se divertem no Bate-Bate ou no Carrossel. Os jovens, por sua vez, namoram no coreto. Os idosos caminham entre as árvores e observam as plantas. Todos passam tanto tempo por lá que não podem deixar de comer as guloseimas e nem de tomar uma água de coco. Parece tudo tão tranqüilo que nem dá para imaginar que tudo isso acontece no centro de Icaraí, um dos bairros mais movimentados e populosos de Niterói. Esta é a liberdade encontrada no Campo do São Bento.

A mais antiga área verde programada de Niterói é parte da sesmaria doada a Araribóia em 1568 e recebeu o nome Campo de São Bento de seus antigos proprietários beneditinos. Começou a ser construído por volta de 1880, tendo sua urbanização efetivada em 1908, quando o Prefeito João Pereira Ferraz, em contrato com o arquiteto belga Arsênio Puttmans, deu ao espaço sua feição atual e ainda o batizou oficialmente como Parque Prefeito Ferraz. Com 36 mil metros quadrados e paisagismo inspirado no romantismo inglês, o Campo tem a presença marcante da natureza. Também possui lago artificial, pontes, coreto, canteiros, pedras artificiais e chafariz luminoso. Além disso, há patos, galinhas, peixes e, de vez em quando, uns micos aparecem entre as árvores para fazer graça para os freqüentadores.

O Parque ainda é palco das mais diversas atrações e abriga a Biblioteca Estadual Infantil Anísio Teixeira, o Colégio Estadual Joaquim Távora e o Centro Cultural Paschoal Carlos Magno. Tudo isso sem contar com a mais famosa Feira de Artesanato da cidade, que acontece todos os sábados, domingos e feriados. Segundo a Supervisora das feiras de Artesanato de Niterói, Malú Tavares, a feirinha do Parque conta com 298 barracas com objetos e comestíveis artesanais. Não é a toa que cerca de 10 mil pessoas passam pelo Parque durante os fins de semana, conforme dados da Prefeitura de Niterói. Crianças correm, pássaros voam, idosos sorriem, folhas caem, pessoas caminham, animais brincam, e, por algumas horas, qualquer um se esquece do tempo e dos problemas.

 
Campo de São Bento
Local: Entre as Ruas: Lopes Trovão, Domingues de Sá, Gavião Peixoto e Av. Roberto Silveira.
Funcionamento: 6h às 22h, todos os dias.
A Feira de Artesanato funciona todos os sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h.  
Mais informações : 2711-3266

Mais uma boa pra você

teatro municipal de niteroi

teatro municipal de niteroi

Por Camilla França

Quantas vezes você já passou com pressa pela Rua XV de Novembro, no Centro de Niterói, e entrou no Plaza Shopping para satisfazer um “desejo alimentar” ou simplesmente consumir e não se deu conta de quanto poderia adquirir de cultura somente caminhando menos de 100m? Quantas vezes você já prestou atenção para a programação do Teatro Municipal João Caetano?

Neste mês de setembro, o Teatro já mostrou atrações como Ana costa e Leila Guimarães. Entretanto, quem ainda quiser aproveitar as atrações deste mês, ainda haverá as participações de Luis Melodia – 12 a 14, às 21h e domingo às 19h e entrada R$ 50,00 ; Cia de Ballet da Cidade de Niterói – Tempos Líquidos – 18 a 28, de quinta a sábado às 21h e domingo às 19h e entrada R$ 20,00; Diva Evelyn Reale e Maria Elisa Risarto – 23 de setembro às 12h30min e entrada R$ 4,00.

A diversidade de preços e horários pode tornar o João Caetano atração principal de um passeio por Niterói ou complemento de lazer do shopping, por exemplo.

Um pouco de história e conhecimento

Teatro Municipal João Caetano foi reinaugurado em 1995, após uma profunda restauração. O projeto de recuperação encarou um grande desafio que era respeitar os aspectos históricos e ao mesmo tempo dotá-lo de modernidade. Ao longo de sua história, o teatro sofreu sucessivas obras de reformas que foram alterando a forma original do prédio, adaptando espaços e desfigurando seus seus núcleos históricos, dando origem a um prédio com características de diferentes épocas. No entanto, a fachada manteve as linhas arquitetônicas neoclássicas da reforma de 1888 e 1889.

Um dos pontos turísticos mais acessíveis de Niterói, o teatro municipal João Caetano foi fundado em 1824 era denominado teatro Santa Teresa. Recebeu o nome de Teatro Municipal João Caetano, em 1900, como homenagem ao homem que o dirigiu durante anos e foi o responsável pela estréia da primeira companhia dramática nacional, em 1833, pela Sociedade Filodramática de Niterói.

Rua XV de Novembro, 35 – Centro
Fone: (21) 2717-1551
Horário de Visitação: Mediante pedido por carta

12 anos de MAC


Post por Karine Amaral
O ponto turístico mais conhecido da cidade de Niterói faz aniversário em setembro. O MAC (Museu de Arte Contemporânea) completou no dia 2 de setembro, doze anos de existência. Por isso, o museu conta com uma programação ainda mais especial neste mês. Todos os eventos são gratuitos.
No próximo sábado, dia 13, haverá um encontro do público com os jogos de Michael Groisman, um dos criadores da exposição “Porta das Mãos”. A mostra traz 40 fotografias que mostram interação e reflexão entre as mãos. O artista propõe aos expectadores a descoberta de novos momentos com as mãos unidas através de dois dedos. As fotos são de autoria de Sung Pyo Hong. Ainda no sábado, a partir das 16h, no auditório do Museu haverá mais uma edição do Cine Olho, idealizado pela ONG Campus Avançado. O encontro é um ótimo lugar para aqueles que querem assistir e discutir sobre cinema e vídeo.

No dia 20, a partir da 13h, ocorre a 2ª Primavera dos Museus-2008, que terá como tema “Museus e o diálogo intercultural”. Os participantes poderão, entre outras atividades, experimentar os sons de instrumentos feitos com material reciclado e oficinas de criação plástica e linguagem corporal com participação de artistas e jovens coordenadores dos núcleos de ação social coordenados pelo MAC.

Por último, no dia 26 de setembro haverá um evento para apresentação da proposta do projeto Farol Cultural, um intercâmbio entre educadores da Noruega e do Brasil, visando a troca de métodos e idéias arte educativas entre artistas e profissionais de educação. Os educadores irão participar das oficinas de criação sonora e plástica e ver os resultados do trabalho que vem sendo desenvolvido, tanto na Noruega como nas escolas da fundação Municipal de educação de Niterói.
MAC – Museu de Arte Contemporânea de Niterói
De terça a domingo das 10h às 18h
A bilheteria encerra suas atividades 15 minutos antes.
Mirante da Boa Viagem, s/nº. Niterói, RJ •CEP: 24210-390
Tel: (21) 2620-2400 • Fax: (21) 2620-2481

www.macniteroi.com.br

Solar do Jambeiro

Escrito por Mariana Oliveira
Ali, pertinho da UFF, fica um dos pontos turísticos que mais orgulham Niteroi. O Solar do Jambeiro (ou Palacete Bartholdy) faz parte do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pela construção arquitetônica centenária e pelo calendário de eventos relacionados à arte. O sobrado de 8000m2 foi construído em 1872 por Bento Joaquim Alves Pereira. Lá residiram nomes como o médico Júlio Magalhães Calvet, o pintor Antônio Parreiras e o diplomata dinamarquês George C. Bartholdy. O vasto espaço do lugar também abrigou o Clube Internacional de Niterói e o Colégio das Irmãs Dorotéias.

Em 1997 o Solar foi fechado para frear a descaraterização que vinha sofrendo devido a utilizações errôneas e, logo depois, as obras de restauração tiveram início. O solar abriga a exposição permanente “Hilda & Quirino Campofiorito” e seu interior está aberto à visitação a preços populares, mas é o jardim (com visitação pública) que é um dos recantos mais aconchegantes da cidade. Lá estão esculturas, bancos trabalhados em azulejo e árvores centenárias (inclusive o famoso jambeiro!) que trazem calma e tranquilidade ao local.

Os jardins estão abertos todos os dias a partir das 9h da manhã.

Endereço: Rua Presidente Domiciano, nº 195
Bairro: Ingá
Telefone: 2109-2222 / 2109-2223
Visitação: Todos os dias